Notícias Recentes



PREFEITURA BUSCA MODELOS PARA IMPLEMENTAR ECOPONTOS

A Prefeitura de Rio das Pedras busca modelos para implementar dois locais para entrega voluntária de materiais inservíveis e resíduos recicláveis (Ecopontos) e uma Central de Triagem. Murilo Merloto, chefe do Departamento de Meio Ambiente, e Allan Funes estiveram na Central de Resíduos de Piracicaba para conhecer o modelo de gestão, principalmente com relação a correta destinação de cada material recebido.


O propósito dos ecopontos é que a população tenha locais apropriados para descarte de restos de materiais de construção, madeiras, lâmpadas fluorescentes, móveis usados, materiais recicláveis, pneus, podas de vegetações, equipamentos eletrônicos, pilhas e baterias. O que não pode ser descartado nos ecopontos é o lixo orgânico domiciliar, que é recolhido pelos caminhões de coleta de lixo.


“Nossa preocupação é a correta destinação dos materiais recolhidos. Não basta receber o material, precisamos ter a garantia que não desejados em locais inapropriados. Para alguns casos estudados a possibilidade de firmar convênio com órgãos que irão recolher o material. Até mesmo se for o caso de contratar uma empresa, é necessário ter todas as licenças, inclusive com a Cetesb”, detalhou Murilo Merloto.


Entre os principais materiais recebidos, de acordo com o Departamento de Meio Ambiente de Rio das Pedras, os restos de materiais de construção poderão ser processados e utilizados na recuperação de estradas rurais; pilhas e baterias podem ser encaminhados para a Central de Resíduos de Piracicaba por meio de convênio, sem custos ao município; para as lâmpadas fluorescentes, uma empresa contratada daria o destino adequado; galhos e folhagem provenientes de podas seriam triturados e utilizados em compostos; a madeira pode ser encaminhada para olarias, por exemplo, sem custos; o descarte de pneus também não terá custos e deverá ser feito por meio de convênio junto a Reciclanip – entidade nacional ligada a fabricantes de pneus; e equipamentos eletrônicos, por meio de convênio e com custo apenas de transporte, encaminhados para empresa de Rio Claro.


Outro setor que Merloto conheceu em Piracicaba foi a Cooperativa de Reciclagem, onde trabalham 65 pessoas. “A Prefeitura cede o espaço para a cooperativa, que conseguiu os equipamentos necessários por meio de convênios. O lucro obtido com a venda de materiais como papelão e alumínio é repartido entre os próprios cooperativados”, completa Murilo Merloto.


Após conclusão dos estudos e celebração de convênios necessários, Rio das Pedras ganhará dois ecopontos e uma central de triagem, em locais que estão sendo definidos pela administração.

Autoria: Alex Calmon
Fonte: SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL
Foto:
Postada em : 21/03/2017

Voltar