Notícias Recentes



MUTIRÃO DE COMBATE AO AEDES ACONTECE NO BELA VISTA E CENTRO, NESTE SÁBADO (11)

A Prefeitura, por meio das secretarias da Saúde e de Obras, realiza neste sábado (11) o mutirão de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika. A ação está programada para acontecer no bairro Bela Vista e na parte leste do Centro – abrangendo o perímetro entre as ruas Tiradentes, Francisco Correa de Barros, Dr. Resk Coury, avenida José Augusto da Fonseca e ruas Quintino Bocaiúva e Cristina Taranto Paris.


A equipe de combate à dengue da Secretaria da Saúde irá visitar as casas da região e orientar aos moradores sobre o cuidado e prevenção para combater o Aedes, eliminando criadouros. A Secretaria de Obras irá recolher materiais que não têm mais utilidades e que o cidadão gostaria de descartar. O caminhão da Prefeitura irá passar pelos bairros recolhendo os materiais deixados nas calçadas. A orientação ao morador é que coloque os materiais inservíveis na calçada logo pela manhã, por volta das 8 horas.


A secretária da Saúde, Inês Guizo, reforçou que, para o combate às doenças transmitidas pelo Aedes aegypti é necessária a conscientização dos moradores, junto com ações de limpeza e mutirões da prefeitura. “Estamos realizando ações de prevenção com a limpeza e eliminação de focos com água parada. Está sendo feito um trabalho de visitação em cada residência com os agentes de endemias e agentes comunitários de saúde para que conscientizem os moradores e buscar a eliminação dos focos de mosquito”, comenta.


Elimine os criadouros – Entre os principais criadouros, estão caixas d’água e outros reservatórios de água (que devem estar devidamente tampados), calhas que podem estar entupidas por folhas ou outro tipo de sujeira, pneus em locais abertos, garrafas que devem ser colocadas com a boca virada para baixo, ralos e canaletas que devem ser limpas periodicamente, bandejas de ar-condicionado e geladeiras, pratos de vasos de plantas que devem conter areia ou serem limpos semanalmente, plantas e árvore como bambu e bromélias que podem acumular água, baldes que devem ser deixados com a boca virada para baixo, lonas usadas para cobrir objetos que devem estar esticadas, piscinas que devem se manter limpas, demais objetos que podem acumular água como tampas de garrafa, folhas secas e brinquedos.


A orientação para eliminar os focos é lavar as bordas dos recipientes que acumulam água com sabão e escova/bucha; jogar as larvas na terra ou no chão seco; para grandes depósitos de água para consumo humano é necessária a aplicação do larvicida; em recipientes com larvas onde não é possível eliminar ou dar destinação adequada, deve-se colocar produtos de limpeza (sabão em pó, detergente, desinfetante e cloro de piscina) e inspecionar semanalmente o recipiente, desde que a água não seja destinada a consumo humano ou animal.


Tampar e lavar reservatórios de água são ações importantes para o combate ao Aedes aegypti. A limpeza deve ser periódica com água, bucha e sabão. Ao acabar a água do reservatório, é necessário fazer uma nova lavagem nos recipientes e guarda-los de cabeça para baixo. Esse cuidado é essencial porque os ovos do mosquito podem viver mais de um ano em ambiente seco. A água sanitária também pode ser utilizada no combate às larvas, desde que não seja utilizada em recipientes usadas para armazenamento de água para consumo humano e de animais.

Autoria: Alex Calmon
Fonte: SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL
Foto:
Postada em : 07/03/2017

Voltar