Notícias Recentes



PREFEITURA RETIRA 3 MIL TONELADAS DE ENTULHO DE ÁREAS DE DESCARTE IRREGULAR

A Secretaria de Obras identificou três pontos críticos de áreas que recebem descarte irregular de entulho em Rio das Pedras: estrada do bairro Água Branca, próximo ao bairro Montagnani; estrada que liga Rio das Pedras à Saltinho, próximo ao bairro Vitório Cezarino (Sem Terra); e acesso ao Santa Tereza, próximo ao bairro Vitória Cezarino (Pombal). Nesses locais – todos margeiam a cidade e ficam em áreas de plantação de cana de açúcar –, há anos parte da população despeja móveis velhos, restos de materiais de construção, pneus, lixo doméstico e todo tipo de material inservível. Como resultado, se formaram montanhas de lixo e entulho.


No início do mandato, a Prefeitura junto com a iniciativa de voluntários priorizou a limpeza de espaços públicos na área urbana e manutenção das escolas visando o início do ano letivo.


Conforme o planejado, na sexta-feira (17) a Secretaria de Obras organizou uma força tarefa para limpar as zonas mais críticas de descarte irregular de entulho. Com o apoio da Usina Santa Helena, que disponibilizou quatro caminhões, empresa Amplitec que forneceu mais dois e Concivi que atuou com uma retroescavadeira esteira, a Prefeitura iniciou a limpeza pela estrada que serve ao bairro Água Branca, no trecho próximo ao bairro Montagnani. Apenas nesse trecho foram necessárias cerca de 60 viagens de caminhões para retirar todo o entulho.


No sábado, o trabalho de limpeza seguiu para a estrada que liga Rio das Pedras à Saltinho, na continuação da avenida Antenor Cortellazzi, bairro Vitório Cezarino (Sem Terra). Foram mais de 50 viagens para recolher todo tipo de material, até mesmo aparelhos de televisão.


Entre segunda e terça-feira desta semana a Secretaria de Obras precisou de cerca de 90 viagens para recolher todo o lixo despejado. Somando os três locais, a Prefeitura recolheu aproximadamente 3 mil toneladas de entulho e lixo. O material foi encaminhado para o aterro sanitário.


Mesmo com a limpeza feita pela Prefeitura, parte da população insiste em jogar entulho nas mesmas áreas. Na manhã de quarta-feira (22) já tinha sido despejado um sofá, tábuas e lixo doméstico. “A população precisa se conscientizar quanto ao correto descarte de lixo e entulho. A coleta de lixo está ocorrendo corretamente, de forma programada e já divulgada pela mídia e redes sociais. Se o entulho for proveniente de construção ou reforma, o proprietário deve alugar uma caçamba conforme determina a lei. No caso de móveis ou qualquer outro tipo de material inservível, pedimos que a população acompanhe a programação dos arrastões contra o mosquito da dengue, que são feitos aos sábados, onde dispomos de caminhões para recolher o material deixado na calçada”, explicou o secretário de Obras, Sérgio Angeleli.


A Secretaria de Obras, em parceria com Saúde, irá realizar arrastões para recolher materiais que não têm mais utilidades e que o cidadão gostaria de descartar. De acordo com a programação, o caminhão da Prefeitura passará aos sábados pelos bairros recolhendo os materiais deixados nas calçadas. A programação dos bairros será definido de acordo com a demanda de notificações de casos suspeitos de dengue. A divulgação será feita por meio do site da Prefeitura.


O munícipe que for flagrado jogando lixo ou qualquer outro tipo de material fora de locais adequados poderá ser multado, assim como os donos das áreas que não mantiverem suas propriedades limpas.


Ecopontos – Paralelamente, a Prefeitura está viabilizando a instalação de ecopontos na cidade. O município já conseguiu liberação junto a Cetesb para a criação de um local adequado para descarte dos materiais inservíveis.


Nesses locais, a população poderá descartar materiais recicláveis, assim como também resíduos da construção civil (entulho, madeiras), resíduos especiais (lixo eletrônico, pilhas, lâmpadas, baterias, óleo comestível usado, pneus), resíduos de poda e jardinagem e objetos inservíveis, como sofás, armários, móveis, entre outros.


Todo material depositado nos Ecopontos serão triados por recicladores cadastrados junto a Prefeitura. O que não for classificado como reciclável será processado pelo município, que dará o destino adequado.


A Prefeitura trata da documentação e preparo dos Ecopontos para receber os entulhos. Assim que liberados, os endereços e procedimentos para descarte serão informados à população.

Autoria: Alex Calmon
Fonte: SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL
Foto: Alex Calmon
Postada em : 22/02/2017

Voltar