Notícias Recentes



SAÚDE ZERA A FILA PARA MAMOGRAFIA

Em maio de 2017, a Secretaria da Saúde de Rio das Pedras tinha 532 mulheres na fila para agendar o exame de mamografia. De acordo com o levantamento da Pasta, eram 283 mamografias bilaterais de rastreamento das mulheres de 50 a 69 anos, 186 para pacientes com menos de 50 anos e 63 para senhoras com mais de 70 anos.


Até o período e em anos anteriores, os pedidos de mamografia não eram registrados junto a Central de Regulação de Oferta de Serviços de Saúde (CROSS), fazendo com que o município não utilizasse recursos do Estado, pelo contrário, até então a Prefeitura arcava com os custos dos exames. A CROSS, vinculada à Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo, une ações voltadas para a regulação do acesso na área hospitalar e ambulatorial, propiciando o ajuste da oferta assistencial disponível as necessidades imediatas do cidadão. Assim, todos os pedidos de exames são cadastrados na fila de demanda para recurso e a liberação das vagas ocorre conforme a necessidade de cada município.


“Com esse trabalho, desenvolvido pela enfermeira Valdirene Garcia que está a frente do programa de Saúde da Mulher, o município economiza recursos e tem maior oferta de exames para as pacientes. As mamografias são realizadas nos AME de Rio Claro e Limeira. O único custo do município é com o transporte das pacientes. Se fosse a Prefeitura fosse pagar pelos exames, cada um custaria cerca de R$ 300”, explicou o secretário da Saúde, Filemon Silvano.


Em fevereiro deste ano a queda na fila de espera foi significativa: 58%. Apenas três meses depois o tempo de espera chegou a zero. Hoje, a mulher que precisa passar por uma mamografia já sai com o exame agendado.


Um ponto negativo foi a falta de compromisso com os exames agendados. 174 pacientes não compareceram e o município perdeu as vagas disponíveis. Foram 96 faltas de mulheres com idade entre 50 e 69 anos e 78 com menos de 50 anos. Mesmo assim, a Secretaria da Saúde reagendou o exame para as pacientes que procuraram o atendimento novamente.


Por ser a faixa etária com maior incidência de câncer de mama, as mulheres com idade entre 50 e 69 anos não precisam passar pela consulta médica para o agendamento da mamografia. A equipe de enfermagem faz a avaliação, encaminha o pedido e a paciente tem o exame agendado. Mulheres com menos de 50 anos devem passam por consulta médica antes do exame, que é solicitado de acordo com a indicação (surgimento de nódulo ou risco familiar para câncer).


Saúde da Mulher – Além da mamografia, não há espera para realização do exame de Papanicolau. A coleta é realizada na UBS Dr. Matheus Gabriel Bonassa, às terças, quartas e quintas-feiras, das 8 às 10 horas. Não é preciso agendar horário, basta ir à recepção da unidade e retirar uma senha. Para coleta de Papanicolau é obrigatório apresentar o cartão dos SUS e do Posto de Saúde, CPF e RG. A coleta deve ser feita entre 10 e 20 dias após a menstruação, não pode estar menstruada. Também não pode ter ocorrido relação sexual dois dias antes do exame. A paciente deve tomar banho normalmente antes do exame, não pode fazer ducha dentro da vagina.


O programa de Saúde da Mulher oferece ainda teste rápido de gravidez, teste rápido para DST (Doenças Sexualmente Transmissíveis), além do pré-natal para gestantes.

Autoria: Alex Calmon
Fonte: SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL
Foto:
Postada em : 15/06/2018