Notícias Recentes



SAÚDE FAZ VACINAÇÃO CONTRA A GRIPE E FEBRE AMARELA NESTE SÁBADO (2)

A Secretaria da Saúde irá realizar um dia especial de vacinação contra a gripe e febre amarela neste sábado (2). Das 8 às 12h, equipes da saúde estarão nos supermercados Dia% (Av. Prefeito Nicolau Marino, 1.004, Jd. Dona Rosina) e Defavari (Rua Vitório Hansen, 80, Jd. Maria Antonieta).


Gripe – O público alvo para receber a dose da vacina contra a gripe são crianças de seis meses até 5 anos, adultos acima de 60 anos, gestantes, mães no pós-parto, profissionais da saúde, professores e pessoas com doenças crônicas, com apresentação de receita médica.


De acordo com a Secretaria da Saúde, a vacina é extremamente segura. A única contraindicação formal é para quem tem alergia ao ovo. Mas essa é uma condição bastante rara. A pessoa que está com febre, dor no corpo e não consegue nem levantar da cama para trabalhar não deve tomar a vacina. Mas caso esteja apenas espirrando e com coriza, como ocorre durante um resfriado simples, não há nenhuma contraindicação.


A vacina protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul, de acordo com determinação da Organização Mundial da Saúde. Os subtipos são variações do vírus A (H1N1), A (H3N2) e gripe B. A vacina precisa ser tomada todos os anos, já que os subtipos do vírus variam de ano a ano.


Febre amarela – O público alvo é de pessoas com idade entre 9 meses e 59 anos. Quem tem mais de 60 anos deve apresentar prescrição médica para receber a imunização. Por determinação da OMS (Organização Mundial da Saúde) e Ministério da Saúde, desde o último sábado a Secretaria de Saúde aplica a dose fracionada para imunização contra a febre amarela em Rio das Pedras. Em documento, o GVE-XX (Grupo de Vigilância Epidemiológica – Piracicaba) afirma que houve avanço da febre amarela no estado em 2018 e que a implantação da dose fracionada tem o propósito de intensificar a imunização.


O GVE-XX destacou que Rio das Pedras permanece fora da área de risco para a doença e que a iniciativa visa prevenir o avanço do vírus transmissor para áreas não endêmicas. “Essa é uma determinação do Ministério da Saúde para toda a região. Temos que seguir o calendário, mesmo que Rio das Pedras não esteja incluída na área de risco para a febre amarela”, destacou a enfermeira Kallyne Souza. O objetivo é que até setembro, início do período da transmissão ativa da Febre Amarela, 95% da população da área urbana já tenha sido vacinada.


Não devem receber a dose da vacina crianças menores de 6 meses de idade, pessoas com imunodepressão de qualquer natureza, HIV positivo com imunodepressão grave, em tratamento com drogas imunossupressoras (corticoide, quimioterapia, radioterapia e imunobiológicos), transplantados, neoplasia, imunodeficiência primária anafilaxia prévia associada a componentes da vacina, doenças do timo, gestantes e com alergia a ovo.

Autoria: Alex Calmon
Fonte: SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL
Foto:
Postada em : 30/05/2018