Notícias Recentes



DR. MARCÍLIO COELHO ASSUME A SECRETARIA DA SAÚDE

Nesta semana foi confirmada uma alteração no secretariado do prefeito Carlos Defavari, em Rio das Pedras. Inês Guizo Petrini deixou a Secretaria da Saúde e irá atuar junto ao setor administrativo da Prefeitura. Em seu lugar assume o médico otorrinolaringologista Marcílio de Almeida Coelho.


A oficialização do ato aconteceu no Centro Médico Dr. Francisco Gorga Filho, com a presença do prefeito e funcionários do setor. Inês Guizo Petrini agradeceu pelo apoio recebido por funcionários, familiares, amigos e população atendida junto a Saúde durante o período que esteve à frente da Pasta. “Agradeço a todos que me ajudaram e colaboraram para que eu pudesse fazer um trabalho digno e justo. Foi um ano difícil, com pessoas perdendo emprego e deixando o plano de saúde para ser atendidas pela Rede Municipal da Saúde. Por vezes nós assumimos as dores dos pacientes e fazemos todo o possível para atender da melhor forma. Peço desculpas pelo que não consegui fazer ou resolver, pois não foi falta de vontade e sim de recursos e pelas muitas dívidas deixadas”, discursou.


Carlos Defavari agradeceu ao empenho da ex-secretária e deu as boas vindas ao novo gestor da Saúde. “A Inês fez um ótimo trabalho na Saúde durante 2017. Agradeço todo empenho e dedicação. O setor é um dos mais complicados da administração pública. Por isso, desejo força e muita sabedoria para o Dr. Marcílio, que está assumindo a pasta. Gostaríamos de ter condições para transformar a saúde pública equivalente ao primeiro mundo, mas temos sérias restrições orçamentárias. Juntos vamos trabalhar muito para oferecer o melhor serviço ao cidadão rio-pedrense”, afirmou o prefeito.


“A Secretaria da Saúde é muito difícil, pois o país passa por uma situação muito difícil, não é apenas no município. Quando a Inês assumiu a Saúde, nós tínhamos o hospital praticamente fechado, com atraso no pagamento dos médicos. Foram feitas negociações, o hospital também passou por reformulações com a vinda de uma empresa para fazer a auditoria e apresentar os números ao prefeito. Dentro dos recursos e da responsabilidade fiscal, o prefeito não tinha condições de assumir aquilo que o hospital estava pedindo. Chegou-se num consenso de retirar o atendimento de duas especialidades, a maternidade e ortopedia. Junto com a Inês, eu participei das reuniões e essa foi uma imposição feita pela direção do hospital ao prefeito. Essa foi a maneira de manter o hospital aberto, pois, entre perder duas especialidades ou perder o hospital inteiro, optou-se por perder duas especialidades”, contou Marcílio Coelho, mostrando conhecer a situação da saúde pública em Rio das Pedras.


De acordo com o novo secretário da Saúde, a opção para manter o atendimento ortopédico e de maternidade foi a melhor apresentada: “a ideia não era ruim, porque foi feita a troca de serviços com Piracicaba por via da regional da Saúde, devidamente estruturada. O entendimento era de que para um morador de Piracicaba que reside em um bairro distante ser atendido na Santa Casa ou Fornecedores de Cana, o tempo de deslocamento seria o mesmo ou até maior para quem mora em Rio das Pedras. Ou seja, o entendimento foi que estava sendo oferecido algo melhor do que havia em Rio das Pedras, pois os hospitais de lá são muito maiores, com mais recursos como UTI (Unidade de Terapia Intensiva). De qualquer forma, ficou aberta a possibilidade de revisão do contrato entre Prefeitura e hospital a cada três meses”. Dr. Marcílio Coelho afirma tem sua opinião pessoal sobre o tema e promete discutir com o prefeito para encontrar o melhor caminho para fazer o melhor para os pacientes rio-pedrenses.


Dr. Marcílio Coelho é diretor Clínico do Hospital e Maternidade São Vicente de Paulo. O cargo não tem nada a ver com a diretoria clínica da unidade hospitalar, é eleito pelos médicos para representa-los e um braço do Conselho Regional de Medicina para que os acontecimentos dentro da unidade sejam fiscalizados. “Espero que o fato de ser diretor clínico permita estreitar o diálogo entre Prefeitura e hospital para que possamos melhorar a saúde do nosso município. Entendo que o hospital seja uma peça fundamental, que as irmãs têm feito um trabalho muito importante. Lá os recursos também são poucos e as dificuldades são muitas. Acredito que Prefeitura e hospital precisam andar de braços dados no objetivo principal que é oferecer ao cidadão uma saúde de qualidade”, ressaltou o secretário da Saúde.


Outra frente que Coelho pretende intensificar seus esforços é junto ao atendimento da Atenção Básica. “Nossa cidade precisa fortalecer a saúde preventiva, é algo que a população já pede por meio da intensificação dos PSF (Programa Saúde da Família). Vou buscar implementar o programa, pois esse também é um desejo do prefeito”.


“Sei que não será fácil, por isso conto com a ajuda de todos, especialmente dos funcionários da Saúde. Vamos sanar da melhor maneira possível os problemas da saúde. Vamos atacar os pontos principais, dando o melhor da gente em prol do melhor para a população”, finalizou Dr. Marcílio Coelho, secretário da Saúde.

Autoria: Alex Calmon
Fonte: SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL
Foto: Alex Calmon
Postada em : 22/02/2018