Notícias Recentes



ESTADO CONFIRMA QUE RIO DAS PEDRAS NÃO ESTÁ EM ÁREA DE RISCO DE FEBRE AMARELA

A Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo, junto com o Ministério da Saúde, confirma que Rio das Pedras não faz parte da área de risco de febre amarela. Em reunião com a coordenação do GVE XX (Grupo de Vigilância Epidemiológica – Piracicaba), foi informado que os 26 municípios da região estão na área sem recomendação da vacina.


De acordo com o GVE XX, nos últimos 10 anos houve apenas um caso de febre amarela em Rio das Pedras – em 2011. Nas 26 cidades da região, entre 2008 e 2018 foram 137 casos, mas nenhum autóctone, ou seja, que foram contraídos em outras regiões.


Segundo definições e orientações passadas pelos técnicos especialistas do Estado, em Rio das Pedras só deverão ser vacinadas as pessoas que realmente forem viajar para áreas de risco, que comprovem a viagem e a moradia no município. “Não há motivos para pânico, uma vez que não temos transmissão da doença próxima ao município e o risco da transmissão se tornar urbana é muito remota”, explica a enfermeira Kallyne Pissinato.


A Secretaria Estadual da Saúde não irá encaminhar doses extras para Rio das Pedras por não estar em área de risco. Será encaminhado o quantitativo mensal de rotina, portanto, o município está realizando triagem para avaliar quem realmente precisa ser vacinado.


A vacina oferece riscos e deve ser tomada em caso de necessidade. De acordo com o GVE XX, foram confirmadas três mortes em decorrência de reações à vacina e nove casos estão sob investigação. Não há indicação de imunização para grávidas que morem em locais sem recomendação para vacina, mulheres amamentando, crianças com até 6 meses e imunodeprimidos, como pacientes em tratamento quimioterápico, radioterápico ou com corticoides em doses elevadas (como por exemplo Lúpus e Artrite Reumatoide), maiores de 60 anos com doenças pré-existentes, pessoas com alergia a algum componente da vacina – em especial o ovo – e com doença febril grave. Em caso de dúvida, é fundamental consultar o médico.


Vacinação em Rio das Pedras – A imunização continua sendo feita às terças e quintas-feiras, das 9 às 14 horas. Para receber a dose é obrigatório apresentar o cartão do SUS, comprovante de residência, comprovante da viagem para área de risco – a vacina deve ser tomada com dez dias de antecedência da viagem –, caminhoneiros que comprovarem a profissão. Os menores de 15 anos devem apresentar o cartão de vacina e maiores de 60 anos somente com receita médica.


Serão distribuídas 50 senhas por dia. As doses serão aplicadas enquanto durar o estoque da vacina. O recebimento de novas doses está condicionado ao Governo do Estado.

Autoria: Alex Calmon
Fonte: SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL
Foto:
Postada em : 26/01/2018