Notícias Recentes



SUSPEITA DE FEBRE MACULOSA FAZ PREFEITURA INTERDITAR ÁREA LAZER DO BOM JESUS

A Secretaria da Saúde recebeu, nesta quinta-feira (2), a informação da suspeita de um caso de febre maculosa em Rio das Pedras. Uma criança de cinco anos apresentou os sintomas da doença após ser picada por um carrapato estrela na Área de Lazer Genatti Soave, no Bom Jesus. “A criança apresentou febre alta e a mãe a levou no pronto atendimento. Durante a consulta, a médica achou o carrapato preso na virilha da criança, que foi medicada e passa bem graças a ação rápida da mãe”, conta Inês Guizo Petrini, secretária da Saúde.


Para confirmação da doença é preciso aguardar 15 dias para análise de carrapatos coletados na área de lazer e encaminhados para a Sucen (Superintendência de Controle de Endemias do Estado de São Paulo). “Pedimos para que os pais que suspeitarem dos sintomas, como febre alta, levem seus filhos ao Pronto Socorro o mais breve possível”, completa Inês Guizo Petrini.


Medidas para controle da possível infestação do carrapato estrela já estão sendo tomadas. Para evitar possíveis casos, a Prefeitura interditou a área de lazer e bica d’água no mesmo dia. Foram instaladas placas de alerta e a área foi cercada com faixas. A área já está sob monitoramento e a grama deverá ser mantida com o corte rente ao solo, uma vez que o carrapato não tolera a luz solar.


“Vamos buscar viabilizar a instalação de cercas em volta da área de lazer para evitar que capivaras permaneçam no local”, ressalta a secretária da Saúde.


Febre maculosa – Para haver a transmissão da doença, o carrapato-estrela, um dos hospedeiros da bactéria da febre maculosa, precisa ficar pelo menos quatro horas fixo na pela da pessoa. Os insetos de menor tamanho são os mais perigosos porque são mais difíceis de serem vistos. Geralmente, a febre maculosa é mais comum entre os meses de junho e outubro, quando os carrapatos estão mais ativos.


Os primeiros sintomas aparecem de dois a 14 dias depois da picada. Na maioria dos casos, sete dias após a pessoa ser infectada. A doença começa de repente com um conjunto de sintomas parecidos com o de outras infecções, como febre alta, dor no corpo, dor de cabeça, desânimo e manchas vermelhas na pele. O tratamento é feito com antibióticos e tem chances de cura.


O atraso no diagnóstico pode provocar complicações graves que podem levar ao comprometimento do sistema nervoso central, dos rins e pulmões, lesões vasculares e até a morte. A taxa de mortalidade é alta porque a doença é infecciosa e evolui rapidamente. Por isso, quando há suspeita de febre maculosa, o paciente deve ser encaminhado ao Pronto Socorro imediatamente.

Autoria: Alex Calmon
Fonte: SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL
Foto: Alex Calmon
Postada em : 02/11/2017

Voltar