Notícias Recentes



PALESTRAS E DEPOIMENTOS MARCAM CELEBRAÇÃO DO OUTUBRO ROSA

A celebração do Outubro Rosa em Rio das Pedras foi marcada por um dia de palestras, depoimentos, perguntas e respostas, café da manhã e sorteio de brindes. O evento organizado pela Secretaria da Saúde aconteceu no sábado (28), no Centro Cultural e Pedagógico. Participaram o prefeito Carlos Defavari, a primeira dama Vanda Defavari, Inês Guizo Petrini (secretária da Saúde), Filemon Silvano (coordenador da Saúde), Latuca Rossi (secretário de Desenvolvimento), Silvino Innocencio (secretário de Administração) e os vereadores Leandro Penatti e Neiva Rúbia.


Na abertura do dia, Inês Guio Petrini parabenizou a equipe de enfermagem pela organização do evento, enquanto que Carlos Defavari pediu para que os presentes fossem multiplicadores dos ensinamentos passados. Em seguida, o grupo Arte e Dança se apresentou com o tema especial para o Outubro Rosa.


A enfermeira Valdirene Garcia ministrou palestra sobre o câncer de mama, os cuidados, formas de prevenção e tratamento. “A prevenção deve ser feita sempre, com o autoexame. Não tem que ser apenas em outubro, mas sim o ano inteiro. Nós profissionais da saúde estamos engajados no combate ao câncer e estamos a disposição”, afirmou.


O público ouviu dois depoimentos emocionantes. Lucilene Ascari contou sobre seu diagnóstico tardio, a difícil luta contra a doenças. “Quando se recebe a notícia do câncer, a única coisa que pensei foi que eu já tinha morrido. Você ter que escolher se luta ou se si entrega. Por minha família, resolvi lutar, decidi vencer”, contou Lucilene, que seis meses após o fim do tratamento descobriu que estava grávida. “Tive complicações no final da gestação, fiquei sem andar. Após o nascimento da minha filha, ainda na sala de recuperação, minha perna quebrou. Descobri que estava com câncer no osso. Mais uma vez lutei e venci”, lembrou. Sua filha completará cinco anos em dezembro.


Celestina Almeida Oliveira de Santana falou sobre seu diagnóstico precoce, que fez seu tratamento ser menos intenso, mas nenhum pouco fácil. “No dia da minha cirurgia meu marido ficou internado entre a vida e a morte. O médico adiou meu procedimento e deu tudo certo, para mim e meu marido”, disse.


O médico ginecologista e obstetra Rogério Nicola tirou dúvidas do público presente e fez alguns alertas. “Antes o diagnóstico de câncer de mama era uma sentença de morte. Hoje temos muitos casos de cura. Vimos exemplos de diagnósticos precoce e tardio. A indicação do câncer ainda é cruel e assusta, mas a tecnologia dos procedimentos tem aumentado as chances de cura”, explicou.


Depois das palestras foi servido um grande café da manhã e sorteado brindes aos participantes. O evento contou com o apoio da Padaria Fernando e Fernanda, Trevisan Informática, Padaria Kentinha, Eva Salgados, Bar do Paxá, Radar Boutique, Lowel, Concentral, Nilda Nogueira Teodoro, Supermercado Defavari, Solpack, MaryKey, Dany Modas, English VM, Bianca Marconato, Francisco Tonuci Jr., Flor & Cultura, Abeyky Manutenção, Andreia Moraes, Benedita Rosana Calcedoni, Hinode, Fabiana Barbosa de Moraes, Júlia Bagatello, Restaurante O Saboroso, equipe da Secretaria da Saúde, Grupo Arte e Dança e Giseli Barrios da Hora.

Autoria: Alex Calmon
Fonte: SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL
Foto: Alex Calmon
Postada em : 30/10/2017

Voltar