Notícias Recentes



SAAE TROCA BOMBA DA CAPTAÇÃO NA SÃO JORGE

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) fez a troca do motor da bomba de captação de água na Fazenda São Jorge. O equipamento instalado havia sido retirado da captação na Fazenda Bom Jesus, que recebeu uma bomba nova. “Com muito esforço financeiro, compramos uma nova bomba grande para tocar a captação do Bom Jesus. A bomba que estava lá foi recuperada e reformada e a instalamos na São Jorge. Esse equipamento que retiramos será reformado e deixado como reserva”, detalhou Daniel Gonçalves, superintendente do SAAE. A troca foi feita na manhã de terça-feira (17).


Agora com uma bomba grande de reserva, caso ocorra uma quebra em algum dos equipamentos que estão em uso, a troca será feita com muito mais agilidade, evitando que a população fique sem água. “Antes, quando ocorria alguma quebra, tínhamos que parar a captação – por consequência o tratamento e distribuição de água – para realizar o reparo. Dependendo da peça quebrada, o tempo para reestabelecer o serviço chegava a um dia inteiro ou até mais caso quebrasse no domingo ou feriado”, destacou Gonçalves.


Além do alto consumo de água em dias de forte calor, os equipamentos sucateados prejudicam a vazão: “Entre janeiro e setembro tivemos poucos casos de falta d’água. No começo do ano intensificamos a recuperação de equipamentos conforme nossas condições orçamentárias permitiram. Reformamos a ETA III, mas o decantador está tão deteriorado que precisa ser trocado. Diante do tempo de uso das máquinas, todas estão sujeitas a quebras, além de não produzirem tanto quanto na época que eram novas”, explicou o superintendente.


De acordo com a autarquia, a solução definitiva seria possível com a construção de uma nova Estação de Tratamento de Água, a revisão de toda a rede de distribuição e construção de reservatórios nos bairros. “O SAAE tem feito todo o possível diante da situação financeira. Herdamos uma autarquia com R$ 6 milhões de dívidas, que continua a mesma. Estamos trabalhando sem caixa para investimentos, com pagamentos feitos a vista. Graças a isso estamos com o orçamento de 2017 em dia”, contou Daniel Gonçalves.


Sem condições de investir e com o Governo do Estado segurando recursos financeiros, a alternativa pode estar no financiamento para a construção de uma nova ETA. Para reduzir as perdas, o SAAE conseguiu verba do Consórcio PCJ, mas os recursos serão liberados apenas em 2018 e de forma gradual.


“Nossa prioridade é manter o abastecimento de água. A população pode ajudar evitando o desperdício, especialmente nos bairros mais baixos da cidade, onde pouco falta água. O cidadão pode também denunciar casos de irregularidades, como ligações clandestinas – o famoso “gato” – pelo telefone 3493-3070 ou em nossa página no Facebook. A denuncia pode ser feita de forma anônima”, completou.

Autoria: Alex Calmon
Fonte: SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL
Foto: Alex Calmon
Postada em : 17/10/2017

Voltar