Notícias Recentes



SAAE INICIA CORTE DE ÁGUA DOS CONSUMIDORES INADIMPLENTES

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) de Rio das Pedras iniciou o corte no fornecimento de água dos consumidores que estiverem inadimplentes. Os proprietários dos imóveis foram devidamente notificados nos termos da Lei Federal de Saneamento n. 11.445/07 e não regularizaram a situação junto à autarquia, permanecendo inadimplentes.


O SAAE estabeleceu uma programação para realizar o corte de água por bairros. No dia 11 de julho a equipe esteve no São Cristóvão I e II, Santa Maria I e II e Centro. No dia seguinte foi a vez do Bom Jesus I, II e III, Codespaulo e Jardim Maria Antonieta. Dia 13 de julho foram os bairros Vitório Cezarino (Sem Terra), Vila Kennnedy e Montagnani.


O trabalho segue no dia 17 de julho: Luiz Massud Coury, Cambará e Dona Rosina; dia 18 no Jorge Coury, Bom Retiro e Bela Vista; 19 de julho, Santo Antonio, Vitória P. Cezarino (Pombal) e Bom Jardim; 20 de julho, Dom Bosco I e II, Nosso Teto e Santa Tereza; 24 de julho, no Alberto Zeppelini, José Carlos Barrichello e San Marino; 25 de julho, Residencial Raul Coury, São Pedro e São Carlos; e nos dias 26 e 27 de julho, nos bairros Vivendas do Sol e Recanto Universitário. A partir do dia 11 de julho as inadimplências serão registradas junto ao Cartório de Protestos para as devidas providências.


De acordo com o superintendente do SAAE, Daniel Gonçalves, Rio das Pedras possui uma das maiores inadimplências da região: cerca de 40% dos consumidores estão com débitos junto à autarquia. “Não é justo com o trabalhador que se esforça todos os meses para manter suas contas em dia. Esse alto índice de inadimplência prejudica muito os serviços de manutenção e ampliação do sistema de captação, tratamento e distribuição de água, assim como também à coleta e ao afastamento do esgoto do município. A tarifa de água paga pelo usuário é a única fonte de renda da autarquia, não possuímos outras fontes que possam vir a incrementar o orçamento”, explicou Daniel Gonçalves.


Segundo o superintendente, o propósito da ação é melhorar o serviço prestado à população, trabalho feito em conjunto com a busca por verbas Estaduais e Federais. “O cidadão tem todo o direito de reivindicar melhorias no serviço prestado pelo SAAE, porém tem o dever de pagar pelos serviços prestados. Deve ocorrer a contraprestação dos serviços da autarquia, uma vez que não são disponibilizados de graça. A maciça falta de pagamento das contas pode resultar na paralisação dos serviços de fornecimento de água e coleta de esgoto”, ressaltou Gonçalves.


Para evitar o corte no fornecimento de água, os consumidores devem regularizar seus débitos junto ao SAAE, que poderá realizar um parcelamento da dívida nos termos da legislação vigente, evitando assim o recolhimento das demais taxas relacionadas ao corte.


Caso haja dúvidas, o consumidor deve entrar em contato com o Setor de Atendimento do SAAE, que fica na Av. Adhemar de Barros, n. 496, Centro. O expediente é de segunda a sexta, das 8h às 16h.

Autoria: Alex Calmon
Fonte: SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL
Foto:
Postada em : 14/07/2017

Voltar