Notícias Recentes



68% DA FROTA MUNICIPAL ESTÃO SUCATEADOS

A atual administração de Rio das Pedras fez um levantamento sobre os veículos disponíveis junto a frota municipal e o resultado não é nada animador. Dos 103 veículos, entre Prefeitura e SAAE, apenas 33 estão em condições de uso. Conduto, 24 deles precisam de reparos urgentes para que não parem como os demais.


Entre os veículos disponíveis estão carros de passeio, vans, ônibus e tratores. Alguns precisam de peças como alternador, embreagem, bateria, suspensão, freios e pneus. Até mesmo automóveis ano 2014 estão sem condições de uso.


Na Garagem Municipal, onde estão os veículos da Prefeitura, é possível encontrar kombis, vans, ambulâncias e tratores encostados. São 85 veículos registrados, com apenas 28 em condições de uso, sendo que apenas quatro não precisam de reparos. Até mesmo um ônibus escolar queimado está encostado nos fundos do espaço. O Vectra 1997, que até o final de 2012 era utilizado pelo vice prefeito, está com vidros quebrados, pneu furado e inúmeros problemas mecânicos.


“Muitos dos veículos que estavam em pleno funcionamento até o final de 2012 foram encostados. Conforme quebravam, ficavam parados na garagem. Manutenções que na época seriam simples e de baixo custo, viraram grandes problemas e hoje nem ao menos podem ser recuperados”, conta o prefeito Carlos Defavari.


A falta de veículos prejudica muitos serviços do município, tais como o transporte de pacientes para procedimentos feitos na região. “Não podemos ficar com tantos veículos parados. Junto aos responsáveis pela Garagem, vamos levantar caso a caso a situação da frota. Os veículos que não tiverem condições de reparo, vamos encaminhar para leilão. O valor arrecadado pode ser utilizado na compra de novos automóveis”, completa Defavari.


SAAE - No SAAE a situação é ainda pior. Dos 18 veículos, apenas cinco têm condições de uso. “Hoje temos a disposição apenas um siena, uma montana, um uno, uma fiorino e um caminhão, todos adquiridos em 2008. O resto está encostado por diversos fatores”, relata o superintendente do SAAE, Daniel Gonçalves.


Entre os veículos parados da autarquia estão uma pampa, uma courier batida, duas kombis (uma delas com suspensão e barra de direção danificados), um gol (estava com a documentação atrasada, agora os problemas são outros), um caminhão, uma carreta para limpeza de esgoto, outra carreta reservatório para transporte de água, um astra e quatro motos. “Já estamos fazendo orçamento dos custos para fazer com que parte desses veículos voltem a funcionar. Assim, com certeza teremos maior agilidade para atender a demanda de serviços do SAAE”, explica Gonçalves.

Autoria: Alex Calmon
Fonte: SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL
Foto: Alex Calmon
Postada em : 13/01/2017

Voltar